Wojtyla

Muito antes de se tornar o papa João Paulo II, Karol Wojtyla identificou o centro da obra de sua vida: a defesa cristã da pessoa humana. Essa defesa da liberdade humana, propriamente entendida, levou a difundir essa mesma liberdade por detrás da cortina de ferro. E tal defesa da dignidade humana foi parte da mesma visão cristã. O biógrafo do papa Geoge Weigel resume a defesa da pessoa de Karol Wojtyla, que está no centro da tradição liberal:

“Como escreveu para Henri de Lubac em 1968, Wojtyla acreditava que a crise da modernidade envolvia ‘uma degradação, na verdade… uma pulverização, da singularidade fundamental de cada pessoa humana’. O comunismo era uma expressão óbvia, perigosa e poderosa dessa crise, como foram o nazismo e o facismo. Mas a desumanização do mundo humano aconteceu de outras formas, e pôde acontecer nas sociedades livres. Onde quer que outro ser humano fosse reduzido a um objeto para manipulação – por um gerente, um chefe de setor, um pesquisador científico, um político ou um amante – ‘a pulverização da singularidade fundamental de cada pessoa humana’ estava acontecendo. O que Wojtyla usou para descrever nas turmas de ética social como ‘utilitarianismo’, tornando o ‘útil para mim’ como o único critério dos relacionamentos humanos foi outra grave ameaça ao futuro humano. Não era uma ameaça de armas nucleares, de polícia secreta ou de arquipélago Gulag, mas era perigoso, em parte porque era menos óbvio.

Desafiar tudo aquilo que ‘pulverize’ a dignidade única de cada ser humano é o leitmotif que perpassa, como um brilhante fio condutor, todo o pontificado de João Paulo II conferindo singular coerência. Seu papado foi uma peça de um único ato, apesar de diferentes adversários terem tomado a cena em diferentes momentos do roteiro. A tensão dramática permanece a mesma o tempo todo: a tensão entre os vários humanismos falsos que degradam a humanidade que dizem defender e exaltar e o verdadeiro humanismo, do qual a visão bíblica de pessoa humana é uma poderosa testemunha.

(trecho de Witness to Hope: The Biography of Pope John Paul II, 1999)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s