Washington

Booker Taliaferro Washington (5 de abril de 1856-14 de novembro de 1915), educador e reformador, primeiro presidente e principal desenvolvedor do Tuskegee Normal and Industrial Institute (hoje Tuskegee University), e o mais influente porta-voz dos negros americanos entre 1895 e 1915.

Nasceu escravo e, antes da emancipação, mudou-se com sua família para Malden. Com nove anos começou a trabalhar em fornalhas e depois em minas de carvão. Determinado a educar-se, matriculou-se no Hampton Normal and
Agricultural Institute em 1872, trabalhando como zelador para ajudar a pagar as despesas. Graduou-se em 1875 e returnou para Malden, onde ensinou crianças por dois anos em uma escola diurna e adultos em uma escola noturna. Prosseguindo com seus estudos no Wayland Seminary (1878–79), passou a integrar a equipe do Hampton Institute.

Em 1881 Washington foi escolhido para chefiar uma nova escola normal para negros, estabelecida em Tuskegee. Uma instituição com dois prédios adaptados, nenhum equipamento, e muito pouco dinheiro. Tuskegee Normal and Industrial Institute se tornou um monumento às suas obras em vida. Quando da sua morte, 34 anos depois, ela tinha mais de 100 prédios bem equipados, cerca de 1.500 alunos, uma faculdade de aproximadamente 200 professores ensinando 38 ofícios e profissões, e uma renda de aproximadamente $2 milhões.

Washington acreditava que os melhores interesses dos negros na era pós-Reconstrução poderiam ser realizados através da educação nas habilidades manuais e industriais e no cultivo das virtudes da paciência, do empreendedorismo, e da poupança. Incitava outros negros a cultivar suas habilidades na indústria e na agricultura para adquirir segurança econômica. Assim, a aquisição de riqueza e cultura iria gradualmente ganhar respeito e aceitação para eles. Isto levaria à derrubada das divisões entre as duas raças e levar à igualdade de cidadania para os negros afinal. No seu discurso histórico (18 de setembro de 1895) para uma audiência racialmente mista, numa exposição em Atlanta, Washington expôs sua abordagem pragmática na famosa frase: “Em tudo que é puramente social podemos estar separados como dedos e ainda assim ser um só, como uma mão, em tudo que é essencial ao progresso mútuo.”

A maioria dos negros sentiu-se à vontade com a abordagem de Washington, e isto pode ser o motivo pelo qual os EUA tem hoje a população negra mais rica do mundo.

1 opinião sobre “Washington”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s