Sobre a polêmica fala da ministra Damares Alves

Por que a fala da Ministra Damares Alves, responsável pela pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos causou tanta polêmica? Dizer que meninos vestem azul e meninas vestem rosa significa praticar algum ato discriminatório? Sim. Contra quem? Contra quem teve a coragem de dizer o óbvio. Explico. Ao se expressar metaforicamente, conforme a própria ministra afirmou em entrevista ao Jornal das Dez na Globo News [1], ela quis somente fincar a bandeira dela e a do governo Bolsonaro de combate à ideologia de gênero. Ideologia? Não seria identidade de gênero? Mas o que, conceitualmente, diferencia essas expressões? Bem, o termo ideologia de gênero é pejorativo enquanto a expressão identidade de gênero carrega uma roupagem científica. Em linhas gerais, essa pretensa identidade de gênero tem como base a Teoria do Poder do filósofo Michel Foucalt onde o binômio sexo/natureza é problematizado em uma visão histórica, a qual desemboca na Teoria Queer que tem como sentido etimológico a ideia do estranho, do esquisito que diverge ao padrão heterossexual e do binômio de gênero: masculino/feminino.

Em resumo, essa Teoria Queer brotou com força a partir do livro (problemas de gênero) da filósofa Judith Butler [2]. E o que essa teoria ensina? Segundo ela não há classificação de gênero nem de sexualidade estanque. O padrão heteronormativo e o binômio de gênero masculino/feminino são classificados pela Teoria Queer como meras construções sociais. Ou seja, alguém pode ser homem pela manhã e resolver ser mulher à tarde e vice-versa, assim como é natural se ter relações sexuais homo, bi, poli, e Deus sabe o que mais. Pode-se até aderir a gêneros novos. Quais? Pergunte a quem defende essa tese pseudocientífica oriunda da psicologia e das ciências sociais que, até onde sei, são áreas de pesquisa bem inclinadas a subjetivismos. Quando a ministra Damares se referiu metaforicamente à ideologia de gênero ela se manifestou, assim como o governo Bolsonaro, contra essa visão Queer de mundo sem qualquer unanimidade científica, muito pelo contrário. A ministra seria ovacionada e idolatrada, caso afirmasse que bebês nascem neutros e escolhem o gênero ao qual pertencerão. Gêneros que, como foi citado, não se limitam ao masculino/feminino. Mas pelo fato dela ter dito o que a genética e a biologia embasam, foi e será criticada até o último dia de exercício na função ministerial. Talvez pelo resto da vida. Não, nesse mundo esquerdista meninos não vestem azul nem meninas vestem rosa, ambos vestem vermelho.


Referências:

[1] Portal G1. Damares diz que não se arrepende da frase polêmica e que nenhum direito adquirido será retirado. Disponível em: <https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/01/04/damares-diz-que-nenhum-direito-adquirido-sera-retirado-e-que-nao-se-arrepende-de-frase-polemica.ghtml> Acesso em: 04/01/2019.

[2] VIEIRA, Helena. Teoria Queer, o que é isso? Disponível em: <https://www.revistaforum.com.br/osentendidos/2015/06/07/teoria-queer-o-que-e-isso-tensoes-entre-vivencias-e-universidade/> Acesso em: 04/01/2019.

Anúncios

Autor: Elicio Santos

Escrevo por prazer e leio por curiosidade. Sou graduado em Direito pela Universidade Estadual de Santa Cruz e aprovado no XXVI Exame de Ordem da OAB.Tenho alguns livros publicados de poesia e ficção. Escrevo para três sites conservadores. Amo ler e escrever sobre teologia, filosofia política e jurídica. Sirvo a Cristo na Igreja Presbiteriana do Brasil.

2 comentários em “Sobre a polêmica fala da ministra Damares Alves”

  1. Olá amigo Elicio, Bom Dia! A Ministra Damares, como mesmo foi ressaltado acima, disse certamente o Óbvio. Ora, menino é masculino e menina é feminina, logo, azul e rosa respectivamente. Esse é o Natural Ordenado por Deus e padronizadas as cores pelos seres humanos do bem. Conclusão: A Ordem Natural para esse mundo miserável torna-se dispensável, pois conspira contra a torcida do mal. Inversão de Valores, infelizmente. Ainda bem que agora (assim creio eu) nos disponibilizaremos de um Governo a favor do bem da Criação. Abraço, meu amigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.