Os interessantes projetos do Senador José Reguffe

Este texto foi originalmente publicado no blog “Mundo Analista“. Para ler no original, clique aqui.

reguffe

Vocês já ouviram falar no Senador José Reguffe? Li sobre esse político pela primeira vez em uma matéria na internet, quando ele ainda era deputado federal. A matéria dizia que ele havia reduzido o número de cargos em seu gabinete de 25 para 9 pessoas, além de abrir mão de vários benefícios. À época, achei magnífica a iniciativa do deputado, mas como ele não é muito falado na mídia e eu também ainda não era tão politizado como hoje, acabei me esquecendo dele.

Pois bem, nesses dias um amigo meu comentou comigo sobre o Ruguffe, hoje senador, e me lembrei dessa matéria que li tempos atrás. O amigo em questão me informou que, além de recusar diversos benefícios oficiais do cargo de senador, votou à favor do impeachment de Dilma Rousseff. Curioso, resolvi curtir a página dele no Facebook e fazer uma pesquisa sobre o mesmo. Os resultados são interessantes.

José Ruguffe é senador pelo Distrito Federal. Já foi filiado ao PDT (ponto negativo). Mas hoje está sem partido (ponto positivo). Alguns de seus Projetos de Lei e Emendas à Constituição são:

– PEC 2/15 – proíbe a tributação sobre remédios de uso humano
– PEC 3/15 – proíbe que parlamentares possam se reeleger mais do que uma única vez
– PEC 4/15 – fim da reeleição para cargos executivos
– PEC 5/15 – decreta a perda de mandato para pessoas que se elegerem parlamentares e forem ocupar cargos no executivo, como ministérios ou secretarias
– PEC 6/15 – permite que as pessoas possam ser candidatas sem filiação partidária
– PEC 8/15 – institui a revogabilidade de mandatos, perdendo o mandato os eleitos que contrariarem frontalmente o que colocaram como compromissos de campanha (os candidatos a todos os cargos eletivos passam a ter que registrar suas propostas e compromissos na justiça eleitoral)
– PEC 9/15 – institui o voto distrital
PEC 10/15 – institui o voto facultativo no Brasil, com o fim do voto obrigatório
– PEC 52/15 – institui concurso público para escolha de ministros do STF, STJ e TCU, com mandato de cinco anos
– PLS 247/15 – obriga os governos a publicarem na internet os seus gastos pormenorizados e por valor unitário (aumentando a transparência e facilitando a fiscalização dos cidadãos)
– PLS 251/15 – reduz o número de deputados federais de 513 para 300
– PLS 261/15 – proíbe o BNDES de financiar projetos no exterior
– PLS 715/15 – permite que se utilize o FGTS para a educação e qualificação profissional do trabalhador ou familiar
– PRS 6/15 – reduz os gastos dos gabinetes dos senadores para menos da metade que é hoje
– PRS 47/15 – acaba com a verba indenizatória dos senadores

Como senador, Reguffe ainda abriu mão do 14° e 15° salários, do plano de saúde especial (que é vitalício para senadores), da previdência especial (optando por continuar contribuindo ao INSS), do caro oficial e reduziu sua verba de gabinete e o número de cargos de 55 para 12.

As informações expostas aqui podem ser acessadas no site oficial do Senado.

Clique aqui para ouvir um dos pronunciamentos que Reguffe fez sobre o impeachment, quando no processo para votar a admissibilidade do mesmo.

Anúncios

Autor: Davi Caldas

"Grita na rua a Sabedoria, nas praças, levanta a voz; do alto dos muros clama, à entrada das portas e nas cidades profere as suas palavras: 'Até quando, ó néscios, amareis a necedade? E vós, escarnecedores, desejareis o escárnio? E vós, loucos, aborrecereis o conhecimento? Atentai para a minha repreensão; eis que derramarei copiosamente o meu espírito e vos farei saber as minhas palavras. 'Mas porque clamei, e vós recusastes; porque estendi a mão, e não houve quem atendesse; antes, rejeitastes todo o meu conselho e não quisestes a minha repreensão; também eu me rirei na vossa desventura, e, em vindo o vosso terror, eu zombarei, em vindo o vosso terror como a tempestade, em vindo a vossa perdição como o redemoinho, quando vos chegar o aperto e a angústia. 'Então, me invocarão, mas eu não responderei; procurar-me-ão, porém não me hão de achar. Porquanto aborreceram o conhecimento e não preferiram o temor do Senhor; não quiseram o meu conselho e desprezaram toda a minha repreensão. Portanto, comerão do fruto do seu procedimento e dos seus próprios conselhos se fartarão. 'Os néscios são mortos por seu desvio, e aos loucos a sua impressão de bem- estar os leva à perdição. Mas o que me der ouvidos habitará seguro, tranquilo e sem temor do mal'" (Provérbios 1:20-33).

12 comentários em “Os interessantes projetos do Senador José Reguffe”

  1. Tem mais. O Reguffe iniciou sua carreira política no DF sem jamais pedir um centavo a qualquer empresário. Tentou se eleger para deputado distrital(DF) por 02 pleitos, e só no terceiro, em 2006, é que conseguiu eleger-se. Ele andava de casa em casa, e explicava para as pessoas que quem quisesse votar nele, tinha que saber que ele jamais atenderia a favores pessoais. Assim, ganhou cada vez mais apoiadores, que finalmente em 2006 se juntaram e convenceram mais pessoas. Foi o mais votado. Em 2010, candidatou-se para deputado federal e novamente foi o mais votado no DF e proporcionalmente o mais votado no Brasil. Em 2014 disputando apenas uma vaga para o Senado, derrotou o candidato do Governador do PT no DF, o Magela.
    Torcemos para que o povo olhe para esse Senador de forma séria, e como uma esperança para o Brasil.
    Reguffe vive praticamente isolado no Congresso. Foi muito atacado por suas posturas de moralidade e seriedade no trato com a coisa pública, tanto na Câmara Legislativa do DF, Câmara dos Deputados e agora no Senado.

  2. Excelentes suas propostas :eu incluiria na reforma política o fim da reeleição em todos os níveis,em sua proposta seria um segundo mandato ,eu proporia então cinco anos sem reeleição e a outra pec a proibição da indicação de ministros da suprema corte pelo presidente da República.

  3. Eu tambem já lí materias muito favoraveis ao Raguffe. A Lea acima, mencionou um ponto muito legal: como divulgar e apoiar este Senador ? Nao sei se é o melhor meio, mas uma coisa que me preocupa é que a imprensa dá muito destaque aos picaretas corruptos e pouquissimo destaque aos bons, honestos e bem intencionados . Eu já pensei em escrever ao Senador, propondo que ele crie uma Frente dos congresistas íntegros” ou coisa parecida. Entendo que com quase 600 congressistas, é impossivel não ter uns 10 ou 15 % de pessoas corretas.
    Uma vez formada essa frente, caberia a nós divulga-la , principalmente com foco nas eleicoes de 2018. Temos que nos esforçar para evitar as reeleiçoes dos Jucas, dos Calheiros e de outros da mesma laia. JP

  4. Ponto negativo só por ter sido do PDT? Elegemos pessoas compromissadas com a população; não queremos saber de bandeiras partidárias. Ser de esquerda ou de direita só evidencia o anacronismo por navegar em águas divididas por essa dicotomia que só caracteriza os anos de guerra fria. Por favor, menos alienação!

  5. Ele me disse que não irá concorrer ao GDF pois irá exercer integralmente o seu mandato que foi um compromisso assumido com o povo. Só depois disso ele provavelmente deverá candidatar-se ao GDF. É uma pena, apesar de admirar essa decisão ele poderia ser governador. Só nao se elege ao cargo aqui se realmente ele não quiser.

    1. Leandro, também lamento que ele não queira assumir o GDF a partir de 2019. Sim, pois como você disse, ele ganharia, e ganharia no 1º turno.
      É o único nome no DF sobre o qual não pairam acusações de corrupção ou desvios de conduta quaisquer.
      Também o acompanho, desde quando se elegeu deputado distrital.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.