Tags

, , , , , ,

É abertamente sabido sobre as relações do PT com o terrorismo e sua busca para instaurar no mundo a fora uma ditadura comuno/socialista, muitas vezes sob denominações diferentes, através da teocracia como querem os Islâmicos, mas com os mesmos resultados que temos em Cuba, por exemplo.

O PT foi fundado por terroristas que tentavam instalar uma ditadura comunista no Brasil nos anos 70 e nunca deixaram de lado a pratica.

A Jerusalem youth carries the Hamas flag (photo credit: Nati Shohat/Flash90)Nos anos 80 o MST foi parido das entranhas marxistas para aterrorizar o setor agropecuário, a principal fonte de renda Brasileira e motor do desenvolvimento capitalista nacional, sendo o MST algo muito similar ao que é Hamas no oriente médio. Desde então esse braço do PT vem praticando o terrorismo no Brasil, principal na zona rural, sob a proteção de Ong’s, da denominação “Movimento Social”, do politicamente correto e principalmente do Partido dos Trabalhadores e seus coligados.

Foto: Elza Fiuza / Agência Brasil

A principal diferença entre ambos é que Israel, o lado agredido, usa o seu direito sagrado a legitima defesa para se defender dos terroristas do Hamas, aqui no Brasil o setor Agropecuário tem poucos e parcos meios de reagir contra o terrorismo imposto pelo MST e Congêneres, se limitando a esperar que o estado lhe conceda uma medida de reintegração de posse e com sorte que ele seja cumprida algum dia.

Não é surpresa nenhuma que o governo do PT com toda essa sua “bagagem” histórica ataque o direito de legitima defesa das vitimas em detrimento aos criminosos agressores. A convocação do embaixador Israelense é só mais uma nota sórdida na composição Bolivariana do PT.

10325185_526469834121691_7520297212497850546_n