É redundante chamar esquerdista de babaca. Essa turma que não entende, não produz, não empresaria, não aperta parafuso, não limpa, não varre, não desenha avião, não desenvolve tecnologias novas, não faz nada de útil.

São professores medíocres que não entendem o que ensinam, são antropólogos inúteis que querem manter os índios na taba e impedem a construção de usinas ou a duplicação de ferrovias mas desapropriam pequenos produtores para que os índios e as Ong’s europeias possam transitar a assaltar a biodiversidade brasileira sem pagar royalties, são artistas da TV que depredam laboratórios aqui e nos deixam o custo dos tais royalties a serem pagos para os laboratórios de fora, que vão descobrir as curas de doenças que aqui não descobriremos. São sociólogos e psicólogos que defendem bandidos como aquele que foi amarrado ao poste e que hoje já voltou à delegacia por assaltar um turista, em Copacabana, desta vez.

Enfim, sininho representa a morte e a destruição tal como em Cuba, na Alemanha nazista, na coreia do Norte, na China, no Cambodja, na Venezuela e em outros tantos lugares onde a liberdade e a dignidade humana foram expropriados por ditadores assassinos.

Autor: André Gordon