Tags

, , , , , ,

Nos últimos dias os porta vozes do socialismo tem propagandeado intensamente no Brasil a demonização da oposição nos Estados Unidos, em especial o Tea Party, que representa a essência daquele país, esse grupo representa e defende a constituição, os direitos individuais, a liberdade e o livre mercado, os pilares que fizeram dos Estados Unidos o berço da democracia moderna.

1383826_186054608249757_1852068025_n

Nem mesmo nossos jornalistas mais honestos, comprometidos com a liberdade e preservação dos direitos individuais estão pondo devidamente os pingos nos i’s. A minha impressão é que existe um medo inconsciente e involuntário neles de dizer a pura verdade sobre o Tea Party.

O resgate das palavras é uma meta fundamental se quisermos viver em uma sociedade onde o que é dito ainda faz sentido. No mundo politicamente correto de hoje, a maioria perdeu a capacidade de chamar as coisas por seus nomes. Rodrigo Constantino

OccupyTeaParty

VEJAM ESSE ARTIGO, SÃO BASICAMENTE FOTOS DAS DIFERENÇAS DO TEA PARTY QUE É TRATADO COMO EXTREMISTA E O OCCUPY WALL STREET QUE É TRATADO COMO MANIFESTAÇÃO DEMOCRÁTICA. Tea Party vs Occupy Wall Street in pictures. As imagens falam por si.

Os anarquista do Occupy Wall Street são tratados como “manifestantes pacíficos”, assim como os Black Blocs e seus apoiadores no Brasil, enquanto o Tea Party é chutado de todos os lados, uma tremenda inversão de valores.

Me pediram para publicar alguns números da gestão Obama, o Lula dos EUA, aqui estão (Desemprego de longa duração, pessoas fora da força de trabalho, pessoas dependentes do “bolsa família”, preço da gasolina, Estados com alto nível de desempregados, Índice de miséria, custo mensal de alimentação de uma família media, valor médio da casa unifamiliar, taxa de inadimplência de hipotecas, Divida nacional):

11785_407931965965220_1531133434_n

Se posicionar contra a gastança estatal desenfreada, a corrosão da economia nacional e a consequente socialização do país, contra o comunismo e a anarquia é ser extremista radical? Se for, eu sou extremista radical com orgulho.

Muitos criticam a postura “radical” dos Republicanos nos Estados Unidos nessa questão do aumento do teto da dívida, mas ignoram que esse é o papel da oposição: colocar em pauta debates importantes sobre o país.

No artigo abaixo, Reinaldo Azevedo ao tratar do debate politico sobre o teto da divida publica nos EUA, no mínimo me parece incoerente na critica aos Republicanos verdadeiros e ao Tea Party, pois eles não estão defendendo nada além da responsabilidade fiscal e estado mínimo, ao contrario dos Democratas que estão aumentando o peso do estado, tentando transformar os EUA em um Brasil do PT (SUS, mais impostos, mais programas populistas, etc). Pois sabemos que ela é contra o socialismo e seus métodos, acerta em defender o direito da oposição em ser oposição em uma Republica democrática, mas peca no tratamento dispensado diretamente a oposição e as bandeiras que esta defendendo. Qual o problema com as ações do Tea Party? Agiram ilegalmente?

Os Republicanos no congresso passaram 7 projetos para solucionar o problema do teto da divida temporariamente, os Democratas não aceitaram nenhum, porque a ideia de acordo desses sujeitos é “faça o que eu quero e cala-se”. Obama se negou a negociar com a oposição como todo socialista bolivariano, acha que a oposição só deve estar lá para chancelar suas vontades e dar ares de regime democrático. O que ele quer é ter carta branca para gastar o dinheiro publico como se fosse privado, torrar ate falir o país, como aconteceu em Detroit.

Enquanto o Tea Party e os verdadeiros Republicanos defendem os princípios que formaram aquela nação, a Constituição e a Carta de Direitos, os Democratas (esquerdistas) e os Rino’s (Republicanos apenas no nome, fisiologistas tipo PMDB) tentam transformar o país em uma republiqueta socialista de terceiro mundo.

Obama, o risco do calote e a democracia. Ou ainda: Que pena não haver Renans e Sarneys no Congresso americano para o exercício de trocas virtuosas!

O Dr. Ben Carson, citado no artigo acima de forma pejorativa como medico negro, é tratado pela esquerda como um traidor da causa por não apoiar o socialismo, por ser um negro que não adere aos “movimentos sociais” das ditas minorias, por ser um individuo que preza pela meritocracia, assim como ocorre com outras pessoas que não aceitam se enquadrar nessas denominações.

Os membros do Tea Party são os Americanos “comuns”, trabalhadores e empreendedores, a essência da América e não os “monstros caipiras radicais” que os socialistas tentam mostrar:

tea-v-ows

terrorist_n_patriot1

tea-party-vs-occupy-wall-st

tea party x occupy