Pior cidade da América deu 98% dos votos para Obama

20% da população de Detroit depende de “Bolsa Família”. Sua taxa de crimes violentos é 5 vezes superior a média nacional e é classificada como cidade mais perigosa da América.

40% dos moradores de Detroit querem deixar a cidade. Os preços das casas caíram 54% nos últimos três anos. E Detroit tem a maior taxa de pobreza no país.

Então, adivinhem para quem foram 98% dos votos nas eleições de 2012 em Detroit? Obama, naturalmente. Porque quando você já está vivendo em um inferno, sua principal motivação é arrastar o resto do país com você. Os 40% que querem deixar a cidade de Detroit não tiraram nenhuma conclusão sobre as causas de todos os seus problemas.

Barack Obama derrotou o governador Mitt Romney por números surpreendentes em Detroit, Michigan, acumulando 98% dos votos contra 2% Romney. Em uma cidade de mais de 700 mil habitantes, Romney só foi capaz de obter 6.016 votos de acordo com contagens do governo.

Obama recebeu um total de 281.382 votos, mais de quarenta e cinco vezes maior do que os votos do governador. Os Democratas ganharam maciçamente em Detroit, embora nenhum democrata que enfrentou um adversário republicano recebeu um percentual de votos maior do que o presidente.

Mas há uma razão para isso. Detroit é a perfeita Obamalandia. Você pode até dizer que Detroit é o futuro da América de Obama.

Há apenas 50 anos atrás, Detroit ostentava uma população de mais de dois milhões de habitantes. Depois de décadas, restam quase 700 mil almas, muitos deles presos na pobreza e envoltos pelas mais altas taxas de criminalidade e dependência de programas do Estado de bem-estar social.

O número de pessoas que desapareceram de Detroit na última década, cerca de um quarto de milhão, é quase o dobro dos 140 mil deixaram New Orleans logo após o furacão Katrina.

Escolas públicas de Detroit estão entre os piores do país, apesar do Estado gastar cerca de US$ 16.000 por aluno. Isso é cerca de 60 por cento a mais do que gastamos, em média, aqui na Geórgia. Taxas de evasão escolar são estratosféricas e os resultados das avaliações são tão ruins que o superintendente de educação da cidade uma vez disse que, se os alunos simplesmente chutassem as respostas dos testes aplicados, os resultados seriam bem melhores.

A carga tributária per capita de Detroit é várias vezes superior à média dos demais municípios dentro do mesmo estado. O peso de sua burocracia gigantesca e a extensão da sua lendária corrupção são surpreendentes. Localmente, os serviços da cidade foram comparados aos dos remotos confins do Terceiro Mundo.

(“Não há nenhum plano para erguer uma estatua em homenagem ao Robocop. Obrigado pela sugestão”. Disse o prefeito Dave Bing no twiteer).

Claro que não. Robocop é Republicano.

Original em inglês: Worst City in America Votes 98 Percent for Obama

Leituras recomendadas sobre o assunto e que esclarecem os motivos da falência do estado (em inglês):

Anúncios

Autor: Guilherme Frederico

Produtor rural e agro empresário.

2 comentários em “Pior cidade da América deu 98% dos votos para Obama”

  1. Republicou isso em ACID BLACK NERDe comentado:
    Detroit é o retrato da América obamista. Os altos impostos fazem com que os ricos fujam da cidade. Junto com eles, vão os empregos. O que resta são milhares de pobres dependentes do governo, que serão acolhidos pelos democratas. A renda vai embora, mas os gastos ficam. E pior. A cidade tem que aumentar os impostos em quem ficou para sustentar esse sistema falido. É por isso que Detroit não tem um prefeito republicano a 50 anos! Sua falência é a imagem do que seria os EUA sem a influência do conservadorismo.

    1. Perfeita a explicação que Acid Black Nerd deu acima, lógica clara e precisa.

      Essa mesma lógica se aplica no Brasil em vários casos, mas especificamente é um alerta para a questão de desapropriação de imóveis rurais que serão entregues a “Índios e Sem terras”.

      Há começar pela “indenização”, que é paga pelo contribuinte, isso é um enorme erro, pois as proprias vitimas estão arcando com o custo, depois o resultado é este “Os altos impostos fazem com que os ricos fujam da cidade. Junto com eles, vão os empregos. O que resta são milhares de pobres dependentes do governo, que serão acolhidos pelos democratas. A renda vai embora, mas os gastos ficam. E pior. A cidade tem que aumentar os impostos em quem ficou para sustentar esse sistema falido.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s