Tags

, , , , , , , , ,

Segundo o veículo midiático oficial do governo cubano, haverá maior liberalização da Economia do país, ainda que não admita oficialmente que isso seja um caminho para o fim do socialismo na ilha.

Trechos do artigo revelam que o processo de abertura será mantido e que o governo autorizou a atuação de profissionais liberais, a compra de imóveis e automóveis, além de abrir oportunidades para que cubanos viajem ao exterior. Menciona também que haverá incentivo aos negócios e estímulo a adoção de técnicas mais modernas para produção e serviços, permitindo mais autonomia e desempenho. O presidente disse ainda que o setor privado ganhará estímulos com mais autorizações de licenças, principalmente para restaurantes.

Castro reiterou também que está aberto ao “diálogo respeitoso” com o governo dos Estados Unidos, e deu a entender que buscará uma solução acordada entre os dois países para por fim ao embargo.

Para ler o artigo completo no site do Granma, clique aqui.