Tags

, , , , , , , , , , , , , ,

A ONG Repórteres sem Fronteiras (Reporters sans Frontieres), organização dedicada à segurança e liberdade de jornalistas e repórteres no mundo todo, lançou em setembro um novo projeto na web: We Fight Censorship (Nós Combatemos a Censura). É um site que permite a publicação de conteúdos censurados, proibidos ou cujos autores foram vítimas de represálias.

Seu objetivo é tornar a censura obsoleta, ao replicar o conteúdo que é apagado ou censurado em certos países. Alguns dos casos que já estão lá são o do vietnamita Paulus Le Van Son (27), um blogueiro católico que denuncia violações dos direitos humanos em seu país, o fechamento de jornais independentes na Eritréia pelo governo de Isaias Afework e a perseguição do regime castrista contra a revista independente De Cuba.

O site conta ainda com um ‘kit de sobrevivência online’ para blogueiros, jornalistas e repórteres perseguidos. Dentre as dicas há a recomendação do uso de ferramentais especiais de navegação (Tor), o envio de emails criptografados e a configuração de redes privadas (VPN).

Outra ferramenta do site é um ‘barômetro da liberdade’ que informa quantos netizens (cidadãos virtuais) já foram presos ou mortos. A contagem atual está em 130 e 44, respectivamente.

Para acessar o site, visite: www.wefightcensorship.org
O conteúdo está disponível em inglês e francês.