Sabe quem sou eu?

Discurso de Sam Walton, fundador do WAL MART, fazendo a abertura de um programa de treinamento para seus funcionários.

Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera, enquanto o garçom faz tudo, menos o meu pedido.

Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares.

Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal..Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, ansiando por um sorriso ou esperando apenas ser notado.Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranqüilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos, e espera.

Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama pacientemente enquanto os funcionários trocam idéias entre si ou, simplesmente abaixam a cabeça e fingem não me ver.

Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas.

Engana-se. Sabe quem eu sou?

EU SOU O CLIENTE QUE NUNCA MAIS VOLTA!!!

Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua firma.

Clientes podem demitir todos de uma empresa, do alto executivo para baixo, simplesmente gastando seu dinheiro em algum outro lugar.

– Sam Walton

Anúncios

3 comentários em “Sabe quem sou eu?”

  1. Ele e milhares de outros que não voltam e ainda dizem para seus amigos não irem naquele estabelecimento porque o atendimento é péssimo, mas em compensação ele também deveria saber que o atendimento nos supermercados dele, pelo menos aqui no maranhão é péssimo, pois passamos horas em filas intermináveis, não tem empacotador etc. então ele deveria primeiro cuidar da casa que é dele.

  2. Brasileiro gosta de reclamar, mas reclamam no local errado, o ônibus está cheio e reclama do motorista e não a quem compete fiscalizar e colocar mais ônibus, reclama do…reclama da…fala que o governo federal deveria fazer algo que na realidade é do âmbito do governo estadual ou municipal, ou vice-versa. Berram contra o que o executivo faz e esquece de que quem faz é o legislativo e por aí vai.

    1. Realmente, Valter. O brasileiro reclama muito com os motoristas e cobradores, com as caixas de supermercado, com os atendentes de posto. Mas isso não resolve. Tem que reclamar na ouvidoria, na diretoria, na gerência, no SAC, etc. Basta ver que o brasileiro não se organiza nem para fazer formas simples de protesto como um boicote ou reclamação em massa, são raros os casos em que isso acontece.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.