Brasileiro critica violência nos EUA e manda tweet em apoio ao governo da Síria

O artigo é fictício. Qualquer semelhança com fatos ou indivíduos reais é apenas algo lamentável.

O senhor Rogério de Souza, fervente militante do PCdoB, dedicou todo o dia de ontem a criticar com força e veemência a violências nos Estados Unidos, a raíz do massacre de Aurora. Logo depois, em um ato de coerência absoluta, enviou um par de tweets em apoio ao governo da Síria, antes de ir tomar seu café do McDonald’s.

“A culpa de cada um destes mortos é do capitalismo, do imperialismo e sua sede insaciável por lucros. E perceba que estou dizendo isto agora antes de discutir isto com amigos meus do PSOL e do PT, para que veja que não somos incapazes de ter pensamentos próprios; isto é algo que creio de coração” afirmou Rogério, em um dos pensamentos mais lógicos e centrados que teve nos últimos anos. “É uma sociedade onde é mais fácil conseguir uma arma que uma bebida, por exemplo. Qualquer um pode ir comprar uma arma. Isto não acontece aqui. Aliás, é até um tabu sequer tentar debater uma proposta de desarmamento como estamos fazendo nos governos progressitas da América Latina. Lá, as crianças crescem em uma atmosfera de muita pressão, vendo filmes violentos e jogando videogames sangrentos. Já aqui, por exemplo, temos uma cultura de fraternidade e solidariedade. Lamentavelmente massacres como o de Aurora se repetirão inúmeras vezes.” refletiu Rogério, enquanto limpava o vidro traseiro do seu Hyundai.

Depois do café e de dar uma esmola a um pedinte, Rogério prosseguiu em suas interessantes reflexões. “Mais uma vez o imperialismo tinge suas mãos de sangue. Minhas orações vão para cada uma das vítimas inocentes deste sistema perverso. É por isso que defendo o socialismo na internet, em casa ou no meu iPhone, pelo twitter, pelo Facebook. Hoje mesmo enviei uns tweets em apoio ao governo de Al Assad declarando toda minha solidariedade ao povo sírio, que é nosso irmão. Resista ao golpe, Al Assad. Mantenha-se firme custe o que custar. Nossa luta é contra tudo que oprime. Venceremos.”

Anúncios

2 comentários em “Brasileiro critica violência nos EUA e manda tweet em apoio ao governo da Síria”

  1. O presidente Al Assad deve lutar com toda força possível e vencer esta resistência dos rebeldes que querem tomar o poder e transformar a Síria em uns pais de bandidos igual está acontecendo no brasil. A bandidagem tomou conta do país e não respeita nem a polícia. Os militares estão morrendo a todo o momento abatido por bandidos que a democracia protege. Aqui no Brasil os bandidos não estão respeitando nem a polícia imagina o cidadão comum como está vivendo sem segurança em suas pequenas empresas que é alvo de bandidos. Quando o Brasil estava nas mãos do exército, a vida era muito tranquila, as pessoas de bem tinha a tranquilidade de viver e trabalhar. Hoje não temos o direito nem de andar nas ruas, porque os bandidos nos proibiram. Será que é este sistema que os sírios querem. Os políticos brasileiros que lutaram para tirar as forças armadas do poder, dizendo que a democracia devolveria a liberdade, mentiram, porque a liberdade nós tínhamos quando o Brasil era governado pelas forças armadas. A síria é um país bem administrado, que os rebeldes querem levar para o abismo. Estes rebeldes talvez queiram fazer igual aos políticos brasileiros que abandonaram o povo trabalhador, que hoje vive acuado sem liberdade porque os bandidos tomaram conta do país matando trabalhadores empresários policiais. O Brasil é o quarto pai mais violenta do mundo. Governo sírio fique firme e lute para que seu país não caia nas mãos de políticos corruptos, e traficantes assaltantes pedófilos e dezenas de criminosos que apareceu no Brasil depois que os governos democráticos, passaram a governar o Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.