Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Há um filme chamado a “A Onda” com uma versão americana de 1981 e uma versão alemã mais recente, de 2008. O filme se baseia numa experiência feita por um professor  em 1969, na Gordon High School em Palo Alto na Califórnia.

A história é basicamente sobre uma experiência realizada por um professor com seus alunos. Durante uma aula sobre o genocídio nacional-socialista, os alunos ficaram horrorizados com as atrocidades cometidas pelo regime nacional-socialista e  se questionaram como tal atrocidade foi possível de acontecer. Então o professor começa a impor algumas regras, que aos poucos tornam a sala num grupo semelhante aos nacional-socialistas (e – por quê não? – comunistas): eles renunciam a suas liberdades individuais em prol do grupo, A Onda. Logo o movimento ganha novos adeptos e foge um pouco do controle. Então o professor convoca os alunos para uma reunião do grupo, no qual o líder  nacional da “A Onda” iria fazer um pronunciamento. No caso, esse líder é Adolf Hitler. Os alunos ficam perplexos com o fato de, em menos de uma semana, se deixaram  manipular de tal forma.

A versão alemã tem alguns pontos diferentes no roteiro, mais para adaptar a obra para o país e os dias atuais. Continua sendo uma boa história e com grande chance de atrair a atenção dos mais novos.

Fica a dica de um filme interessante para ser exibido aos jovens e que deixa uma lição interessante: não podemos deixar nossas liberdades individuais em prol de um grupo, um líder ou uma causa que não seja de nossa vontade. Devemos pensar por nós mesmos, ser críticos.

Versão alemã de 2008, com legendas em inglês

Versão americana de 1981