Tags

, , , , , , , , , , , ,

O pré-candidato a presidência dos EUA, Rick Santorum, já havia dito que se você quer alguém para evitar um crescimento estatal sobre a Economia, deveria votar no Ron Paul:

Mas recentemente disse algo que pode comprometer sua campanha. É sabido que os EUA estão enfrentando problemas econômicos. E nesse período de incertezas, Santorum disse que não se importa com taxas de desemprego e com índices de crescimento, além de que sua campanha não trata com afinco esses assuntos.

Muitas pessoas, tanto cidadãos americanos quanto cidadãos de outros países, estão preocupados com a economia dos EUA. Aliás, existe uma preocupação a respeito de uma nova Grande Depressão. Então, surge Rick Santorum, que quer ser presidente da maior economia do mundo mas não se importa muito com fatores econômicos.

Posteriormente, tentou se explicar, dizendo que não é que ele não se importa, é que ele não considera fator crucial para sua campanha. Mesmo nesse período conturbado…

Se tivesse criticado no sentido de que taxas de desemprego podem ser maquiadas por uma economia keynesiana, por exemplo, tudo bem, mas é evidente que sua crítica não foi nesse sentido.

Não satisfeito, também está defendendo maior regulação até sobre a pornografia, dizendo que está preocupado com seus efeitos sobre a sociedade. Sua intenção é restringir a circulação de material pornográfico pela Internet, televisão, etc., para proteger crianças e famílias.

Isso lembra muito aqueles que são contra jogos violentos, pois assim como a pornografia, supostamente afetam a moral de nossos jovens. Mais um exemplo de como o Estado pode aumentar a intervenção na vida das pessoas. E claro, com o esquecimento total de que uma moral forte criada pela própria família do cidadão consegue barrar os “efeitos maléficos” dos jogos e da pornografia.